VIAGENS E IMAGENS 

images/navbar1x4.gif

 HOME  |  DESTINOS  |  QUEM SOMOS  |  CONTATO  |  DICAS
 
Principais destinos:
Belém
São Luis
Fortaleza
Natal
João Pessoa
Recife
Maceió
Aracaju
Salvador
Rio de Janeiro
São Paulo
Curitiba
Florianópolis
Porto Alegre
Belo Horizonte
Palmas
Brasília
Porto Velho
Vitoria e Vila Velha
Manaus
Boa Vista
 
Destinos Nacionais
 
Destinos Internacionais
 
Destino dos sonhos
 
Roteiros
 
Bate e Volta
 
Página inicial
 


ILHA GRANDE

Ilha Grande: cerca de 10 minutos do centro de Angra

A maior ilha da baía de Angra dos Reis, tem praias e visuais de tirar o fôlego. Várias praias são acessíveis somente caminhando-se por trilhas ou via barco. A ilha tem alguns núcleos urbanos, como a Vila do Abraão, onde podem ser encontradas várias pousadas e comércio e restaurantes. Trilhas contornam a história da ilha, alvo da antiga cobiça de piratas e, hoje, de turistas, que invadem a simplicidade explícita dos hábitos de uma vida rústica e saudável, defendida por seus habitantes. Cachoeiras despencam das matas e refrescam as "Memórias do Cárcere", temidas pelos presos políticos. A região de mares, matas, montanhas, enseadas, picos e antigas batalhas, trava hoje um acordo de paz e preservação com os visitantes, para que nada por aqui seja atingido pela destruição, decorrente da tecnologia.
Maior ilha da baía de Angra dos Reis, Ilha Grande reúne mais de cem praias - entre elas, algumas das mais bonitas do Sudeste brasileiro, como Lopes Mendes, Aventureiro e Cachadaço. O arquipélago, entretanto, oferece mais que cenários idílicos. As águas cristalinas abrigam rica vida marinha; as trilhas em meio à mata Atlântica descortinam rios e cachoeiras; e o clima rústico é garantido pela informalidade da Vila do Abraão, o centrinho da ilha. Por lá, não circulam carros ou motos - para chegar, só de barco, partindo de Angra ou Mangaratiba, em viagem de cerca de uma hora e meia. O acesso pouco convencional é apenas um dos fatores que contribui para que a Ilha Grande continue com o astral de aldeia de pescadores, embora nos feriados e na alta temporada o movimento seja intenso. Os outros motivos ficam por conta da transformação da região em Parque Estadual e Reserva Biológica, o que colaborou para por fim aos acampamentos e construções irregulares. Também a existência de um presídio de segurança máxima - desativado em 1994 - contribuiu para o isolamento da ilha por muitas décadas. Barcos levam à Lagoa Azul, aquário natural e um dos cartões-postais da região. A natureza exuberante faz com que o dia comece cedo na Ilha Grande - não dá para dormir muito levando em conta a infinidade de atrativos a serem descobertos durante os passeios. De barco, chega-se à Lagoa Azul, aquário natural e um dos cartões-postais da região em função da transparência das águas e da quantidade de peixes coloridos e estrelas-do-mar. Para os mergulhadores credenciados, os pontos de parada são os muitos naufrágios e as lajes repletas de tartarugas, robalos e moréias. Já caminhando - há trilhas para todas as praias -, o roteiro principal é o que conduz à paradisíaca paisagem formada pelas areias finas e brancas e o mar azul esverdeado de Lopes Mendes. Para entrar no clima da ilha, circule pela Vila do Abraão, onde estão pousadas, restaurantes simples e bares com espaço de sobra para dançar forró a noite toda. Já para experimentar os melhores pratos de frutos do mar da região, inclua no passeio de barco a enseada do Saco do Céu. Por lá estão o rústico Coqueiro Verde e o sofisticado Reis e Magos, que servem moquecas e paellas à altura das vistas que descortinam.(Férias Brasil)

Aqui + fotos de Ilha Grande
 

 

 

   

   

 

Todas as fotos deste site  são de autoria de Antonio Alberto Q. Castro (Cidade de Tucuruí).